EDUCAÇÃO DE QUALIDADE = QUALIDADE DE VIDA

Desde que começamos as atividades com este blog, nosso colega de EJA, o aluno Maicon escreve muitos textos. Ele descobriu que a escrita é um excelente passatempo, além de uma forma de nos conhecermos e compreender melhor nossa realidade, por esse motivo, Maicon escreve sobre vários assuntos. 
O texto a seguir fala da importância da educação na vida das pessoas. Depois de lermos o texto, faremos uma pesquisa publicada no Diagnóstico Social da Criança e Adolescente, para podermos conhecer melhor a realidade do bairro Paranaguamirim quando o assunto é educação e qualidade de vida.



A Importância da Educação
(Maicon Gonçalves da Silva)

No Brasil ainda existem muitas pessoas que vivem na miséria porque não conseguem um emprego melhor para se sustentar, ou até não conseguem emprego porque não estudaram.
Se essas pessoas tivessem estudado, elas poderiam ter um emprego e ganhar um salário para se manterem e manterem seus filhos na escola, poderiam comprar uma casa, quando seus filhos nascessem teriam um lugar para morar, muitas pessoas ainda moram nas ruas.
Muitas famílias entram no mundo do crime para poder se sustentar e ter acesso aos bens de consumo. Muitos pais colocam seus filhos para pedirem esmolas nas ruas das grandes cidades. Essas crianças não deveriam estar pedindo esmolas, pois lugar de criança é no colégio estudando e aprendendo com direito a ensino de qualidade para conquistarem uma vida melhor e mais justa.
Quanto aos idosos, ainda há muitos que também moram nas ruas, sem abrigo onde possam ser bem tratados com todo o carinho que merecem.
Os viciados em drogas deveriam estar em clínicas especializadas para que conseguissem largar o vício para ter uma vida com mais tranquilidade.
Num país como o Brasil, esses problemas deveriam ser encarados para serem resolvidos.


Agora é sua vez!

Os links abaixo apresentam algumas estatísticas sobre o Diagnóstico Social da Criança e Adolescente em Joinville. Ficaremos atentos para os indicadores  do bairro Paranaguamirim, desta maneira poderemos tirar nossas próprias conclusões sobre a importância de termos garantido o direito a uma educação de qualidade.


             1)  Rendimento mediano dos responsáveis por domicílios particulares:
3) Gravidez na adolescência: Percentual de mulheres residentes com idade de 12 a 17 anos, que tiveram filhos nascidos vivos.
         


4) Percentual de crianças e ou adolescentes analfabetos, com idade de 10 a 17 anos.


             5) Percentual de adolescentes com idade de 15 a 17 anos, que frequentam a escola destinada à Educação de Jovens e Adultos (EJA):


             
              6) Taxa de pessoas residentes com idade de 10 a 14 anos, que trabalham por mil habitantes desse grupo:

     



2 comentários:

maicon 16 de novembro de 2010 13:41  

Esse blog tem Vários textos legais porisso eu faço parte dele

Juliano Carvalho Bueno 13 de fevereiro de 2011 03:35  

Aê Jaciara!!! Tudo Bem??? Apareça ali na escola,valeu!!!

Sobre este blog

Educação de Jovens e Adultos tem como objetivo publicar atividades realizadas com turmas de EJA, bem como promover reflexões sobre esta modalidade de educação e temas pertinentes para trabalhar com essas turmas.